Tiroteio após assalto de motorista por aplicativo

Warley Leite
O motorista de aplicativo, um homem de 50 anos, teve o carro tomado de assalto no Bairro Paraíso das Piabas, em Neves. Ele acionou a Polícia Militar, que começou as buscas. O veículo com quatro pessoas dentro foi encontrado em alta velocidade na LMG-806.
 
Os suspeitos teriam disparado contra os policiais que os avistaram, e depois entraram em um bairro. Eles se acidentaram próximo a um córrego, e policiais se aproximaram para dar voz de prisão. Os quatro suspeitos saíram do carro e uma troca de tiros começou.
 
Dois suspeitos correram para a mata e outros dois ficaram no carro. Os que permaneceram no veículo (uma mulher de 25 anos e um homem de 26) foram presos. A moça foi atingida por um disparo na região do abdômem, e o outro rapaz estava com uma pistola 9mm próximo a ele, além de um carregador, informou a PM.
 
Os militares seguiram as buscas pelos outros dois suspeitos. Eles cercaram uma mata e contaram com auxílio de helicóptero e cães farejadores, além de usar megafone. Um dos cachorros conseguiu encontrar um suspeito, um homem de 21 anos, que tinha com ele uma réplica de arma de fogo.
 
O suspeito também foi atingido por disparos, no tórax e na canela de uma das pernas. O outro homem não foi encontrado e continua sendo procurado. Os feridos foram encaminhados a um hospital, enquanto o outro suspeito foi levado à Delegacia de Plantão da Polícia Civil, em Ribeirão das Neves.
 
PM informou que os homens presos têm passagens por roubo, receptação e fuga de penitenciária. A Justiça também foi acionada e recolheu as armas dos militares envolvidos para apurar a troca de tiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

Motorista consegue vínculo empregatício com a Uber

Conforme magistrada, embora empresa indique a natureza de intermediação de negócios, é ela própria que define todos os principais pontos da atividade desenvolvida pelo motorista. A JT/SP julgou parcialmente procedente reclamação trabalhista para reconhecer vínculo empregatício entre motorista e a Uber. A juíza do Trabalho substituta Raquel Marcos Simões afirmou […]

Inscreva-se agora