Mulheres motoristas por aplicativos oque elas passam? já imaginou ?

Quando falamos na ocupação de motorista por aplicativos, logo imaginamos uma profissão muito perigosa. 

Todos os dias são vários casos pelo Brasil, onde são narrados abusos, assaltos, desaparecimento e muita das vezes até morte.

Do outro lado, não podemos esquecer dos inúmeros casos de assédios e acusações de estrupo contra motoristas por aplicativos. em muito dos casos nem existe evidencias reais contra os motoristas, igual da jovem que acabou pulando do carro simplesmente porque motorista pode ter errado o caminho. 

Mesmo existindo a possibilidade gigantesca de tudo não ter passado de um erro de caminho por uma falta de atenção do motorista ao GPS oque é normal e pode acontecer com qualquer um, o motorista acabou pagando e sendo bloqueado da plataforma sem direito algum de se defender.

Pensando no inverso das situações referidas, começamos imaginar como seria o dia a dia das mulheres que trabalham como motoristas por aplicativos. Com inúmeros casos de abusos, assaltos, violência, desaparecimentos, mortes, assédios e estupros, decidimos ir atrás das mulheres motoristas por aplicativos, para, entender como é do dia a dia delas e qual proteção as plataformas as oferecia.

A tarefa não foi muito fácil, já que quando entramos em determinados assuntos 90% das motoristas titubearam, muitas interromperam o assunto.

O que me gerou uma dúvida muito grande sobre o rigor de políticas que as plataformas aplicam aos motoristas sobre qualquer reclamação do sexo feminino.

O que será que acontece quando um passageiro do sexo masculino assedia uma motorista? Leia a matéria na integra e tirem suas próprias conclusões.

Sheron

 

No geral como é o dia-a-dia de uma motorista por aplicativo do sexo feminino?

 

Intenso… (riso)

 Para umas, o dia a dia é mais tranquilo

Para outras, nem tanto

Algumas tem medo, encaram por necessidade mesmo.

Já vi várias histórias no grupo sobre assédio

 

Em 2017 lembro de uma q parou de rodar no dia que um meliante tentou estupra-la.

 Ela chegou a quebrar a mão em luta corporal

Como tinha outro trabalho, parou total

 

Algumas já foram assaltadas, mas nada grave, digo no sentido de ficar presa

São várias histórias

Medos

 

Sheron descreve o perfil das motoristas .

 

Algumas mais práticas, destemidas

 Outras receosas

 

Na quarentena como está sendo?

 

Durante esta quarentena, com muitas em casa, o bicho pega as vezes

Tivemos q proibir tema político.

As pessoas estão com os nervos à flor da pele

Medo

Insegurança

Um barril de pólvora 

Lais

Motorista por aplicativo a seis meses, Lais enfrenta as madrugadas dirigindo, apesar do pouco tempo, ela conta que já passou por várias situações constrangedoras, há última vivida agora no último domingo dia 03/05  onde em  meio a corrida o passageiro pediu para ela parar e urinou na sua frente por mais de uma vez.

 

Lais reconhece os perigos da atividade, mais diz que a coragem a motiva a ir nas corridas.

” Eu não tenho medo, isso é perigoso.
Mas vou na coragem mesmo.”

 Você relatou o caso que ele fez xixi na sua frente ?

 Sim 

 Oque acha que aconteceu com esse passageiro ?

 “Que nada aconteceu com ele.
Acho que não na verdade tenho certeza.”

Que você acha que deveria ser feito?

Deveria ser expulso

 

E se pudesse mandar um recado para as mulheres motoristas que já passaram por isso oque diria ?

Por mais difícil que seja a situação manter a calma e não agir com agressividade pois o homem tem mais força e não sabemos como a pessoa pode reagir

Patrícia

Patricia motorista experiente, atuando a mais de 4 anos,  desdo ano passado não trabalha mais nas madrugadas.

 Você tem medo de rodar ?

 Não.
 Rodo tranquilo, só tomo cuidado.

 Você já foi assaltada ?

 Nunca fui assaltada porque o assaltante desistiu.

 Sério, oque aconteceu ?

” Ele falou pra eu não ficar com medo que naquele dia não iria me assaltar.
Era  5 horas da manhã. Chamada pra Confins.”

Já passou por algum preconceito por ser mulher ?

” Já sim. O cara falou que pra ser mulher até que eu dirigia bem.”

Mais qual foi sua reação?

“Eu disse que dirijo melhor do que muito homem.
O povo até bate palma quando faço baliza.”

Esse foi único preconceito ou teve mais ?

 Tem muito cancelamento de chamada.
Acho que é preferência por motorista homem.

E assédio, já sofreu algum ?Cantada ? Algo do gênero ?

 No Carnaval o cara me chamou pra subir com ele

 Subir para casa dele ?

É

Outros pediram telefone

E quando acontece esse tipo de situação como se senti ?

 Com nojo da pessoa.

 Você já reportou essas situações para o aplicativo ?

Já.

 Você acha que eles tomaram alguma atitude com o passageiro ? Ao responder Patricia em primeiro momento disse que não,  porém voltou a trás e disse.

 

Não dá pra saber
Não me deram retorno

Qual seria postura correta em sua visão que seria o correto nestes casos?

 Teriam que excluir o passageiro.
Esse tipo de passageiro não interessa a ninguém

Oque você diria para as mulheres que estão passando por essas situações ou podem passar?

Não enfrentar o passageiro e relatar imediatamente à Uber

Elizângela

Elizangela  trabalha a um ano e seis meses como motorista por aplicativo,  sua jornada noturna  se estende até no máximo duas horas da manha, não faz virote. Como e conhecido quem vira a noite rodando.
Ao ser perguntada se tem medo, ela responde.

“Tenho,mas só rodo pela 99 no cartão, e tenho câmera.”

Qual sãos seu medos ?

” Assalto e estupro.”

Já sofreu algum tipo de assédio ?
Cantadas etc ?
Pode contar uma ?

“Só uma vez, ele deu print no número do celular.
 Falando que eu era bonita.”

 Ele lhe ligou depois ?

 “Mandou mensagem no Whatsapp.”

 No caso do passageiro que pegou seu número você relatou para plataforma ?
Como você se sentiu com essa situação ?

“Sim.
Constrangida.”

Se você pudesse dar algum conselho pra mulher que quer começar a dirigir qual seria ?

“É muito motivador sair é fazer sua renda.”

Nayara

Nayara motorista roda nos aplicativos ja cerca de 3 anos. ao falar sobre desempenho da função Nayara diz:

“Acho que a Uber veio pra nos mostrar que somos capazes sim de fazermos tão bem ou as vezes até melhor que os homens…”

 Já sofreu algum preconceito por ser mulher motorista?

“Já passei por constrangimento da esposa do passageiro não gostar de ser uma motorista mulher e ele sentar na frente comigo.

 Oque ela disse ?

“Ah quando cheguei ao destino pra pegar o passageiro.
Ela já veio no portão junto com ele e pediu em tom de voz alto que ele fosse atrás.

Deixou ele constrangido também.

Mas ele sentou na frente.

E ela ligou e conversou com ele todo o trajeto.

Outra vez a mulher esperou o marido chegar em casa no portão

Quando ele desceu do caro ela quase matou ele de tanto xingar, porque ele veio com uma motorista mulher sentado na frente

Já sofreu algum tipo de assedio? 

 “Já tive alguns tipo.
Nossa, você é bonita demais pra ser motorista de Uber
Ou nossa seu marido é um cara de sorte.
E aqueles que vão tipo
Nossa você faz particular se eu chamar, passa o zap.

Mas nada que ofendeu minha moral.”

Bianca

Exatamente a uma ano e três meses Bianca está trabalhando como motorista nas plataformas. Porem nunca fez virote.

 Existe algum receio ou medo que você tenha ?
Ou já passou por uma situação o momento em que sentiu medo em alguma corrida ?

“Vários.”

 Pode descrever um ?

“Levei um passageiro, que estava com arma na cintura, com mochila cheia de droga..
Indo pra Nova Contagem…
Fui do centro de Contagem até o destino com medo..
Ele foi xingando os bandidos pelo telefone…
Foi o pior dia..
Fiquei sem rodar uns 3 dias kkkk.”

 Já sofreu algum tipo de preconceito por ser uma motorista mulher ?

 

Não 

 Já recebeu alguma cantada ?
Ou sofreu algum assédio ?

 Algumas

 Como se sentiu ?

“Ahh!!!!
Foi chato!
Começa com elogios, depois pedem o telefone.
Chamam pra sair etc.
Nem ligo, isso acontece em qualquer ambiente.
 Infelizmente é normal.”

Naty

Naty atua como motorista por aplicativos ha 8 meses. Trabalha na madrugada aos fins de semana.  conta que tem muito receio mais coloca Deus na frente e vai a luta. ao ser questionada sobre seu maior medo Naty diz.

” De perder minha vida.
 Porque tem gente que faz maldade né.
 Aí como tenho filho só penso nele

Já passou por uma situação em achou que achou que iria morrer em uma corrida ?

 Não

 Já foi assaltada ?

” Só uma vez que roubaram meu telefone
Parei no sinal na Antônio Carlos o cara puxou meu telefone do painel e saiu correndo.”

Warley Leite

Após conversar com muitas profissionais das 4 rodas, do sexo feminino, minha visão sobre o que é trabalhar nas plataformas  mudou radicalmente,  um novo horizonte se abriu aos meus olhos.
Me colocando na pele de cada uma das motorista em que tive a oportunidade de conversar, pude  perceber  que são verdadeiras guerreiras,  para defenderem o seu sustento enfrentam seus maiores medos, vencendo  desafios e dificuldades com muita coragem e otimismo.
Fica uma lição para nos homens, de perseverança e superação.
Acrescento para encerrar  que é urgentíssimo, no minimo uma campanha junto aos passageiros do  sexo masculino, para reforçar e conscientizar  a importância  de respeitar essas mulheres, que estão ali para somente defender seu sustento. 
Afinal essas mulheres são mães, esposas e filhas.

2 thoughts on “Mulheres motoristas por aplicativos oque elas passam? já imaginou ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

MÂES POR APLICATIVO

Ser MÃE é uma dádiva divina, a mais singular de todas as posições no universo; é a posição que mais traz desafios ao longo de toda uma vida. É se dedicar, se abdicar, deixar até mesmo de desistir pela existência de outro, é se entregar por completo. Ser MÃE não […]

Inscreva-se agora